• White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

REALIZAÇÃO

APOIO

FINANCIAMENTO

Os horrores de um sistema falido

30/03/2017

 

 

Boa parte das cenas de “Central” foi rodada há cerca de dois anos. Mas o documentário, que estreia hoje nos cinemas, está mais atual do que nunca. “A situação que vimos recentemente nos presídios do norte do Brasil tende a piorar. É um cenário de violência que só gera ainda mais violência”, lamenta a cineasta Tatiana Sager, que mergulhou na realidade da maior prisão de Porto Alegre (e uma das piores do Brasil) para fazer um filme urgente e revelador. Muitas são as informações impactantes do longa, mas talvez nada assombre mais do que uma estatística: 67% dos apenados do presídio gaúcho têm entre 18 e 24 anos, a maioria condenada por tráfico de drogas. “Central” é baseado no livro “Falange Gaúcha”, do jornalista Renato Dorneles, e dá voz a todos os protagonistas desta história. Entre depoimentos de autoridades, defensores públicos, policiais e dos próprios detentos (várias cenas foram registra das por eles, dentro das galerias do presídio), a cineasta vai alimentando um caldeirão de horrores prestes a explodir. As galerias sujas e superlotadas são comandadas por líderes de facções, que cobram dos presos a comida, a bebida e a proteção de cada dia – além das drogas, que são consumidas livremente dentro do presídio. “O Central é a maior boca de tráfico de Porto Alegre”, diz um entrevistado. Com 4,5 mil presos (quase três vezes sua capacidade) e um efetivo atuante de apenas 50 policiais por dia, o Central hoje é o retrato da falta de ação do poder público. “O Estado está brincando de sistema carcerário. Hoje são as facções que administram o presídio e ganham dinheiro com isso”, acrescenta Tatiana. Com mais de 200 horas de gravações, a produção de “Central” vai dar origem a uma série de 13 episódios, batizada de “Retratos do Cárcere”. A cineasta ainda prepara um novo documentário, “Pequenos Escravos do Tráfico”, que trata de como as crianças são cooptadas para o crime. 

 

Fonte: Metro / Porto Alegre

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload