"O filme é um claro aviso de que estamos chegando a um ponto de não-retorno se alguma atitude não for tomada com urgência pelas autoridades."

Se eu pudesse obrigar as autoridades de todos os poderes a assistir ao documentário "Central", em cartaz em quatro cinemas de Porto Alegre, faria isso já! O filme de Tatiana Sager e Renato Dornelles é uma radiografia não apenas do absurdo, abjeto, terrífico, pesadélico Presídio Central de Porto Alegre, como da incúria, descaso, incompetência, irresponsabilidade das autoridades de todos os níveis, e da insensibilidade, hipocrisia, falta de informação e egoísmo de nossa sociedade bem posta. "Central" mostra com todas as cenas e palavras que tudo se encaminha para o pior, que se seguir no tranco atual, nem a assepsia dos shoppings e a segurança dos condomínios fechados resistirão à pressão social representada pela criminalidade. Pacientemente bem feito (não há correrias nem estresses, nada a ver com "Tropa de Elite"), com cenas internas feitas pelos próprios detentos (que aparentemente são pessoas comuns), o filme é um claro aviso de que estamos chegando a um ponto de não-retorno se alguma atitude não for tomada com urgência pelas autoridades. Parabéns, Tatiana, Renato e pessoal da Panda Filmes, vocês cumpriram o seu papel. Talvez tenham esquecido de colocar na equipe alguém para convencer (no RGS) a ver o filme o governador e seus secretários, os deputados, a turma do Poder Judiciário etc.e tal. Mas eles não gostam disso, né? Preferem amenidades, ambientes refrigerados, coqueteis e caixa 2.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

REALIZAÇÃO

APOIO

FINANCIAMENTO