• White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

REALIZAÇÃO

APOIO

FINANCIAMENTO

"O ambiente é tão horrível, com os presos sendo quase o dobro do que o local suporta, que as celas ficam acertas e são geridas pelos próprios “moradores” do local, onde a Brigada Militar tem a entrada restrita."

07/04/2017

 

 

“Central – O Filme”, direção de Tatiana Sager e Renato Dornelles, baseado em livro-reportagem do

próprio Dornelles, “Falange Gaúcha”, mergulha no inferno do Presídio Central de Porto Alegre,

considerado em 2008 a pior penitenciária do país.

 

A produção passou mais de dois meses dentro dos corredores fedorentos do lugar, mostrando o

pesadelo por que passam condenados, carcereiros, seus familiares. O ambiente é tão horrível, com os

presos sendo quase o dobro do que o local suporta, que as celas ficam acertas e são geridas pelos

próprios “moradores” do local, onde a Brigada Militar tem a entrada restrita. O tráfico de drogas e

armas rola solto, além do que muitos dos presidiários têm de pagar para ficar no local. E muitos deles

possuem doenças como tuberculose e HIV.

 

“Central – O Filme” ainda traz cenas perturbadoras, como uma festa regada a cocaína, com os presos

enfileirados, esperando sua vez de pegar a droga, e comemorações de facções quando vencem outras.

 

Os presidiários ainda dão seus depoimentos de como funciona o sistema na cadeia, com muitos

familiares tendo de fazer trabalhos para manter seus entes queridos vivos atrás das grades. E não,

ninguém é inocente neste mundo. Cruel.


Fonte: http://www.correiodopovo.com.br/blogs/cinecp/2017/03/4098/perturbacao-central/

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload