• White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

REALIZAÇÃO

APOIO

FINANCIAMENTO

"Fiquei muito impressionada com o filme, com a edição que não deixa sobrar nada, com a qualidade da imagem e, principalmente, dos depoimentos."

 

*CENTRAL" - Longa-metragem de Tatiana Sager

 

     Só neste final de semana assisti ao documentário gaúcho CENTRAL, sobre um grande presídio de Porto Alegre. Havia lido boas críticas ao trabalho da documentarista e me surpreendi com o bom desempenho dele nos cinemas: até 30 de abril, havia vendido 12.975 ingressos. Mais que muito filme de ficção brasileiro, que não tem conseguido chegar aos 5 mil. A vida corrida e uma avalanche de filmes que nos chega a cada dia, me impediram de vê-lo. E, quem sabe, o temor de perder o sono (meu sono está cada dia pior!!!) com a tragédia de nosso sistema carcerário... Pois na noite de sábado, entre um filme mexicano e um espanhol, encaixei CENTRAL.

 

    Fiquei muito impressionada com o filme, com a edição (uns 75 minutos) que não deixa sobrar nada, a qualidade da imagem (até com os registros feitos pelos presos, como antes fizera o magnífico "Prisioneiros da Grade de Ferro", de Paulo Sacramento, não comprometem em termos técnicos) e, principalmente, com a qualidade dos depoimentos. Todos que falam no filme têm pensamento complexo. Não há trogloditas pregando na linha do "bandido bom é bandido morto". Todos falam com serenidade e sólida argumentação para desenhar quadro desesperador (mas real).

 

     Esta produção da Panda Filmes, de Beto Rodrigues, chega para confirmar o bom momento vivido pelo documentário no Rio Grande do Sul, que acaba de vencer o Fest é Tudo Verdade com "Cidades Fantasmas", de Tyrell Spencer (apesar do nome, é um uruguaianense  -- assim se chama quem nasceu em Uruguaiana??)

 

Fonte: https://almanakito.wordpress.com/

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload