• White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

REALIZAÇÃO

APOIO

FINANCIAMENTO

Terceiro lugar para o documentário Central

11/01/2018

O documentário Central - O poder das facções no maior presídio do Brasil, da Panda Filmes, foi o terceiro documentário mais visto no Brasil em 2017. Os dados foram divulgados pelo Observatório Brasileiro do Cinema e do Audiovisual da Agência Nacional do Cinema (ANCINE). O cenário caótico de um sistema prisional falido e cujo controle é realizado pelos próprios encarcerados chamou atenção do público. O filme dirigido por Tatiana Sager e Renato Dornelles levou 15.880 mil espectadores para os cinemas da capital gaúcha, Rio de Janeiro, São Paulo e Salvador ao trazer à tona a dramática realidade de superlotação do Presídio Central de Porto Alegre comum a maioria das cadeias públicas do país.

 

 

 

Depois do sucesso de público com o documentário, a produtora Panda Filmes prepara nesse ano uma série de TV, de 13 episódios, chamada Retratos do Cárcere. A direção é dos jornalistas Tatiana Sager e Renato Dornelles. Além de trazer uma visão mais nacional sobre o sistema carcerário, a série vai mostrar a realidade das mulheres também nos presídios femininos. A superlotação é retratada como de grande interesse às organizações criminosas e, ao mesmo tempo, como uma ameaça à sociedade que já carece de segurança pública. A expressão “escolas do crime” não é uma hipérbole quando a realidade impõe aos presos reféns do abandono a prática criminosa como a única saída diante do esquecimento do Estado. A série está em fase de produção e tem lançamento previsto para o final de 2018.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload